Fórum Sem Barreiras realiza discussão sobre Educação Inclusiva

16/09/2017 Educação Inclusiva, Notícias 0
0 Flares 0 Flares ×

O blog Sem Barreiras (www.sembarreiras.jor.br), especializado em acessibilidade e cidadania de pessoas com deficiência, promove, nesta quinta-feira, dia 21 de setembro, no auditório do Sebrae-CE, localizado à Avenida Monsenhor Tabosa, 777, Praia de Iracema, o II Fórum Sem Barreiras de Acessibilidade e Cidadania. Os convidados irão debater Educação Inclusiva. O evento reúne pessoas com diversos tipos de deficiência, familiares e profissionais de educação para debater a realidade, as dificuldades de acesso e a importância de um ambiente escolar que reúna crianças com e sem deficiência. O Fórum está marcado para ter início às 18:30hs. Antes do debate, Sem Barreiras prestará uma homenagem à militante do Movimento de Pessoas com Deficiência (PcD’s), Nadja Soares de Pinho Pessoa, falecida no último dia 07 de julho, aos 56 anos. Será exibido um minidocumentário, com depoimentos de amigos e companheiros de luta de Nadja, e será oferecida uma placa à família.

Aos 20 anos de idade, Nadja sofreu um acidente automobilístico, que a deixou tetraplégica. A partir daí, notabilizou-se como a principal militante do movimento das PcD’s, com uma atuação de mais de trinta anos e a criação e colaboração na fundação de diversos órgãos de defesa dos direitos das pessoas com deficiência, como o Movimento VIDA, a Associação dos Deficientes Motores do Ceará (ADM-CE), o Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência (Cedef), o Conselho Municipal dos Direitos às Pessoas com Deficiência de Fortaleza (Comdefor) e ainda a Coordenadoria de Pessoas com Deficiência da Prefeitura de Fortaleza (Copedef), sendo sua primeira titular. Além disso, Nadja foi destaque na luta pela gratuidade para os deficientes físicos no transporte público municipal. Nadja era presença certa em eventos que debatessem os direitos e as condições de vida das pessoas com deficiência. Em 2016, compôs a mesa de abertura do I Fórum Sem Barreiras de Acessibilidade e Cidadania. Em 2010, na celebração de seus 50 anos, Nadja lançou o livro Mosaico: um hino de amor à vida, que narra sua trajetória em duas partes – antes do acidente e sua militância após sua lesão medular.

Após a homenagem, terá início o debate sobre Educação Inclusiva. Comporão a mesa os seguintes convidados: o educador Guilherme Sampaio, vereador de Fortaleza, fundador da Escola Infantil e Fundamental Casa da Tia Léa, presidente da Associação Cearense de Pequenas e Médias Escolas por duas gestões, um dos fundadores e membro do grupo gestor do Fórum de Educação Infantil do Ceará e ex-presidente da Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Câmara; Paulo Roberto Cândido de Oliveira, formado em Engenharia Elétrica pela Unifor, atual Coordenador de Projetos da Sociedade de Assistência aos Cegos e presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Fortaleza (Comdefor), professor de Dosvox e instrutor de informática; Ana Beatriz Thé Praxedes, psicóloga, co-fundadora do Movimento VIDA, ex-titular da Copedef e Assessora Especial da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República no período de janeiro de 2010 a abril de 2011; e a também educadora Amália Simonetti, uma das criadoras do Programa de Alfabetização na Idade Certa (Paic) do Governo do Estado, fundadora da Escola Espaço Vida e autora de livros infantis e de formação do professor.

A educação inclusiva passou a ser obrigatória no país a partir de 06 de julho 2015 quando a então presidenta Dilma Rousseff homologou a Lei No. 13.146, que instituiu a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência, também conhecida como Estatuto da Pessoa com Deficiência. Em seu Capítulo IV, Art. 27, o texto estabelece: “A educação constitui direito da pessoa com deficiência, assegurados sistema educacional inclusivo em todos os níveis e aprendizado ao longo de toda a vida, de forma a alcançar o máximo desenvolvimento possível de seus talentos e habilidades físicas, sensoriais, intelectuais e sociais, segundo suas características, interesses e necessidades de aprendizagem”. A Lei também determina a oferta de educação bilíngue, em Libras, como primeira língua e na modalidade escrita da língua portuguesa como segunda língua (item IV); participação dos estudantes com deficiência e seus familiares em todas as atividades escolares (item VIII); formação e disponibilização de professores para o atendimento educacional especializado, tradutores de Libras e guias intérpretes (item IX); dentre muitos outros. No § 1º, proíbe as instituições particulares de ensino cobrar valores adicionais de qualquer natureza nas mensalidades, anuidades e matrículas. Esses tópicos vêm sendo cumpridos?

O Fórum Sem Barreiras de Acessibilidade e Cidadania é uma iniciativa do jornalista Victor Vasconcelos, criador do blogue www.sembarreiras.jor.br, em 2011. Em 2016, na comemoração dos cinco anos do blogue, foi realizada a primeira edição do Fórum, na Assembleia Legislativa, dividido em dois momentos: no primeiro, aconteceu uma discussão sobre as dificuldades de locomoção das pessoas com deficiência na cidade de Fortaleza e propondo soluções. Participaram Nadja de Pinho Pessoa, Daniel Melo de Cordeiro, Flávio Arruda e as professoras da UFC Zilse Santiago, de Arquitetura e Urbanismo, e Cristiana Brasil Rebouças, do Departamento de Enfermagem. No segundo momento, foram relatadas histórias de dificuldades e superação de crianças com deficiência, tendo as participações de Fátima Dourado, mãe de dois filhos autistas, Fátima Braga, mãe de um adolescente com Amiotrofia Muscular Espinhal, Ruth Cavalcante, que tem uma filha com Síndrome de Down, e Célia Regina, que acompanha, há mais de trinta anos, o desenvolvimento de dezenas de crianças e adolescentes com Osteogênese Imperfeita. Para 2018, está previsto o lançamento do primeiro livro do jornalista, ainda sem título confirmado, com entrevistas sobre diversas deficiências.

SERVIÇO:
II Fórum Sem Barreiras de Acessibilidade e Cidadania
Data: 21 de setembro de 2017 (quinta-feira)
Horário: a partir das 18:30hs
Local: Auditório do Sebrae-CE (Avenida Monsenhor Tabosa, 777, Praia de Iracema)

Compartilhe:

Sem nenhum comentário

Deixe o seu comentário!