Homem e mulher, lado a lado, seguram sua filha no colo, que tem nanismo primordial

Conheça a história de superação de algumas das menores pessoas do mundo

27/10/2017 Deficiência Física, Histórias de vida, Notícias 0
0 Flares 0 Flares ×
Mulher com sua filha, que sofre de nanismo primordial, sentada em seus ombros

Charlotte Garside tem sido tratada como a menor criança do mundo e usa roupas de recém nascido

O mundo é cheio de mistérios e possibilidades e, por vezes, nem nos damos conta de como estamos rodeado por acontecimentos difíceis de processar. Esse é um deles: uma condição rara chamada nanismo primordial.

É uma subcategoria do nanismo, só que muito mais rara, em que o tamanho do corpo é sempre menor em qualquer estágio de vida da pessoa. O crescimento é proporcional, mas muito menor que o normal: cabeça, membros, tronco e órgãos. Ao nascer, uma pessoa com essa condição pesa cerca de 1kg (quando a média é 3) e, quando adulta, raramente ultrapassa um metro de altura. Calcula-se que existam apenas 100 indivíduos no mundo com este distúrbio, 40 dos quais nos Estados Unidos.

Diferente do anão com acondroplasia (mais comum), que tem causa genética, no caso do nanismo primordial acontece por uma disfunção na glândula pituitária, que provoca insuficiência na produção de hormônio do crescimento, ou seja, tratamento para o crescimento não funcionaria para estas pessoas.

O site Diário de Biologia reuniu alguns casos impressionantes de pessoas com essa doença:

Charlotte Garside: 6 anos, mede 68 cm e pesa 4kg

Apesar de ter 6 anos, Charlotte mede pouco mais que um bebê recém-nascido e possui idade de aprendizagem de uma crianças com 3 anos. Ela nasceu medindo apenas 20 cm, passou 14 semanas no hospital, mas somente com um ano de vida foi diagnosticada com nanismo primordial. Charlotte tem sido tratada como a menor criança do mundo e usa roupas de recém nascidos. Os pais garantem que ela é geniosa, inteligente e tem personalidade.

Mulher anda numa calçada, segurando a mão de uma garota anã

Kenadie Jourdin-Bromley tem 14 anos e apresenta envelhecimento precoce

 

Kenadie Jourdin-Bromley: aos 8 anos media 83 cm e pesava 7,5kg

Conhecida como “pequeno anjo”, Kenadie Jourdin-Bromley nasceu no dia 13 de Fevereiro de 2003 no Canadá, pesando pouco mais de 1kg e com 22 cm de altura. Frequenta uma escola normal, seus colegas, da mesma idade, medem o dobro do seu tamanho e pesam três vezes mais. Ela também é muito menor que seu irmão de 5 anos. Os médicos acreditam que ela não chegará a medir mais que 95 cm, se chegar à fase adulta. Kenadie sofre de envelhecimento precoce e tem ossos muito finos que aumentam os riscos de fraturas. Não encontramos sua medida e peso atuais, agora que completou 11 anos.

 

Uma mulher sorrindo, de pé, em um quarto, com uma cama à esquerda, mesa de cabeceira ao fundo e uma estante à direita

Kristin Riley vai completar 35 anos em dezembro e é a anã primordial mais velha que se tem notícia

Kristin Riley: 31 anos completados em 2013, mede 91cm

Ela é considerada a anã primordial mais velha de que se tem notícia. Teve muitas dificuldades por causa do atraso no desenvolvimento, só começou a falar depois dos 3 anos de idade. Hoje, já adulta, dirige um carro adaptado e já concluiu o curso superior. Em 2011, Kristin atuou como atriz no filme “Oz, o Grande e Poderoso”.

* Matéria de Vicente Carvalho, do site Hypeness

Compartilhe:

Sem nenhum comentário

Deixe o seu comentário!

Volte ao topo