#pracegover: Arte horizontal, com cores branco e lilás, em degradê. No alto, à esquerda, a imagem horizontal da logomarca do site Caleidoscópio, com o nome escrito em preto por cima de um círculo azul. Ao lado, as palavras BATE-PAPO COM LEANDRA, em branco com sombra negra e a última palavra em lilás com sombra negra. Embaixo, a frase, em branco, A JORNALISTA E ESCRITORA QUE LUTA PARA EXISTIR. No rodapé, à esquerda, todo em branco, as palavras: LEANDRA MIGOTTO e, embaixo, JORNALISTA, CONSULTORA E PALESTRANTE EM INCLUSÃO E DIREITOS HUMANOS. Ao lado, no canto inferior direito, um círculo em degradê de lilás e branco e a foto do rosto de uma mulher sorrindo, ao centro.

Banheiros acessíveis: Exclusivos ou Inclusivos?

07/02/2018 Deficiência Física, Depoimentos, Direitos Humanos, Histórias de vida, Leandra Migotto, Notícias 0
0 Flares 0 Flares ×

Imaginem a situação: eu tô bem apertada pra fazer xixi e você também! Até aí nada de diferente, afinal somos seres humanos! Você consegue entrar no banheiro e eu não! O que aconteceu? Ah… esqueci de dizer, eu uso uma cadeira de rodas para me locomover! E você? É bem provável que não, mas nada impede que você possa ‘entrar para o time’ a qualquer milésimo de segundo. Basta um carro te atropelar e pronto, caso tenha uma lesão medular, poderá usar uma cadeira de rodas também. E aí? Vai parar de fazer xixi? Mesmo que use uma sonda, vai fazer isso na frente das pessoas no meio do corredor ou no banheiro?

Bom, tudo isso para refletir sobre os banheiros acessíveis serem ou não exclusivos. Ou será inclusivos? Sempre que vou em qualquer local público, o número de banheiros que tem a porta mais larga, barras de apoio, vaso sanitário na altura da cadeira de rodas e outras viabilidades técnicas que permitem simplesmente que as pessoas com qualquer deficiência faça xixi, é UM para 5 ou mais.

Explico melhor: você que não tem deficiência (ainda, lembre-se), pode usar as mais de 5 cabines dentro de um banheiro, afinal você consegue entrar e sair delas sem problema algum! Correto? Eu não!! Tenho apenas UMA opção! Um único banheiro em que eu CONSIGO usar! Será que dá para entender? Desculpa, mas é preciso falar assim para algumas (ou várias) pessoas porque parece que elas simplesmente, não entendem! Ou não querem entender… Ou não tão nem aí mesmo e desrespeitam na cara dura!

Sabe de uma coisa: eu tô MUITO cansada!! Caramba até para fazer xixi, eu tenho que lutar!!! Enche o saco!! Juro para vocês, não tem uma única vez em que eu consegui entrar em um banheiro em locais públicos ou privados em que não precisei esperar outra pessoa sair de lá. E em 100% das vezes, esta pessoa não tinha deficiência alguma!!!

Fico me perguntando: será que ela não viu o símbolo internacional de acesso na porta do banheiro? Será que ela não sabe que um desenho de uma cadeira de rodas azul representa: acesso para pessoas que tem deficiência? Ou será que ela não encontrou uma única cabine livre dentro do banheiro que não é acessível? Afinal, como já disse sempre tem mais de 5 disponíveis. E é praticamente impossível que todas estejam ocupadas no mesmo instante em que ela precisa usar (só se deu piriri na gelara bem na hora!).

Mas, por que eu tô falando disso? É que agora parece que tá mais complicado ainda eu conseguir fazer xixi em um único banheiro em que eu entre com a minha cadeira de rodas! Sabem por quê? Estranho, mas parece que as pessoas estão confundindo exclusivo com excludente e não sabem o significado de inclusivo. Vou ser bem direta!!! Quando absolutamente TODOS!!! Mas, vejam bem, estou falando todos e todos mesmo, tá? O que significa 100% dos banheiros forem completamente acessíveis e tanto eu como você que não tem deficiência física consiga usar sem nenhuma dificuldade, eu juro que não vou mais ser a chata da inclusão!!

É claro que o meu SONHO e de várias pessoas com deficiência é que TODOS os banheiros sejam ACESSÍVEIS para absolutamente todas as pessoas, com deficiência ou não. Explico: que eu usando uma cadeira de rodas consiga entrar e sair e, principalmente, USAR qualquer cabine dentro de um banheiro JUNTO com as pessoas sem deficiência. Mas, para que isso aconteça, é preciso que ABSOLUTAMENTE todos os banheiros sejam acessíveis! Será que dá pra entender? Este sonho é possível de se tornar REALIDADE!! Claro que é!!! E eu sou uma das primeiras pessoas a ACREDITAR nele e LUTAR para que aconteça!

Porém, a REALIDADE HOJE é a seguinte: infelizmente, 90% dos banheiros (e desafio quem me prove o contrário!!!) não são acessíveis e inclusivos! Ainda não existem 5 cabines dentro dos banheiros totalmente acessíveis, tanto para pessoas com deficiência como para quem não tem. Lembre-se: para que eu e a maioria das pessoas com deficiência consiga usar um banheiro, ele precisa estar dentro das NORMAS TÉCNICAS e ter todas aquelas viabilidades que descrevi detalhadamente no começo deste texto. Caso contrário simplesmente não dá para fazer xixi com segurança e conforto, entendeu? Então, não seria bem mais inteligente AGORA respeitar os POUQUÍSSIMOS banheiros acessíveis que já existem e passarem a construir NOVOS banheiros COMPLETAMENTE ACESSÍVEIS PARA SEREM USADOS POR TODAS AS PESSOAS, COM DEFICIÊNCIA OU SEM?

Mas, repetindo: por enquanto, a ÚNICA realidade é que para pessoas com deficiência como eu conseguirem fazer xixi e, obviamente, desta forma, se sentirem INCLUÍDAS, é preciso que os banheiros EXCLUSIVOS (sim!!) sejam respeitados! Pensem bem: esta suposta exclusividade, na mais pura verdade, é uma completa INCLUSÃO!!! Sem os banheiros EXCLUSIVOS para pessoas com deficiência, eu e várias pessoas que usam uma cadeira de rodas, iríamos nos sentir mais EXCLUÍDAS ainda!!! Será que eu fui clara? Ou é preciso que eu desenhe?

Pessoal, não esqueçam de conhecer a minha trajetória profissional em meus dois blogs: o Caleidosópiohttp://leandramigottocerteza.blogspot.com/ e o Fantasias Caleidoscópicashttp://fantasiascaleidoscopicas.blogspot.com/

Perfil profissionalhttp://www.linkedin.com/pub/leandra-migotto-certeza/41/121/a

Vídeos: TV UNESPhttps://youtu.be/-Nrr1kn-zWI

TV UNESP Programa Artefatohttps://www.youtube.com/watch?v=OtwnqFchqmY&t=8s

Compartilhe:

Sem nenhum comentário

Deixe o seu comentário!

Volte ao topo