Foto horizontal, em cores, de um homem barbudo e sorridente abraçado a um jovem adolescente. No canto superior direito, a logomarca do dia mundial da conscientização do autismo, um círculo azul, com o laço colorido no alto e as palavras, em branco, 2 de abril dia mundial da conscientização do autismo

Marcos Mion dá lição de amor em Dia Mundial do Autismo

02/04/2018 Deficiência Intelectual, Depoimentos, Histórias de vida, Notícias 0
0 Flares 0 Flares ×

No Dia Mundial da Conscientização do Autismo, o Dia Mundial do Autismo, comemorado hoje, 2 de abril, nada melhor do que uma história de amor incondicional de um pai por um filho.

Marcos Mion e seu filho mais velho Romeo, 11, parecem comemorar todos os dias um amor “por inteiro”, como diz o apresentador.

O Dia Mundial de Conscientização do Autismo foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 18 de Dezembro de 2007, com o intuito de alertar as sociedades e governantes sobre esta doença, ajudando a derrubar preconceitos e esclarecer a todos.

Para Mion, tudo está mais ‘claro’ do que nunca. Ele conta que ter sido escolhido para ser pai de Romeo, que está dentro do espectro autista, é a melhor coisa que aconteceu em sua vida.

“As pessoas que cresceram me assistindo na TV, hoje lembram daquele moleque maluco da MTV, mas reconhecem um pai de família dedicado, que defende a família acima de tudo”, fala Mion ao KTV. “Agora é importante falar que se não fosse o Romeo, eu não teria evoluído dessa forma e, com certeza, não seria o homem que sou. E nem teria chegado onde cheguei”, diz o apresentador da Record TV.

Para Mion, foi Romeo que lhe apresentou de forma intensa os verdadeiros valores da vida. “Ele me ensinou a aprender mais, a amar mais”, conta Mion. “Sempre levei o autismo de forma positiva, queria um filho, independentemente de como ele fosse chegar! E ele chegou diferente do que eu esperava, na verdade, rapidamente percebi que ele chegou perfeito!”, conta ele.

Segundo o apresentador, Romeo é uma criança que exige o amor sempre interior e verdadeiro, exige o melhor das pessoas. “Aprendo constantemente com ele, pois é uma criança que exige o melhor de mim, pois não conhece o “meio amor”. Quem tem a sorte de viver com uma criança assim, tem que saber que é uma chance única! Uma dádiva divina!”, fala ele.

“É maluco viver com uma pessoa que seja puro amor e o Romeo é assim. E eleva todos ao seu redor a serem pessoas melhores, amorosas, tolerantes, pacientes e respeitosas”, diz Mion. Segundo o apresentador, o mais importante para conviver com o autismo é a informação. Ele até escreveu um livro sobre o assunto, “A Escova de Dentes Azul” e faz constantemente posts nas redes sociais a fim de conscientizar as pessoas e fazer um futuro melhor para milhares de outras crianças do espectro autista , com menos preconceito e mais respeito.

“O autismo não é doença, existe um ser humano muito evoluído lá. É uma condição neurológica que afeta alguns setores como a comunicação, interação social e movimentos que acabam sendo repetitivos e restritivos”, explica Marcos Mion. “Não precisa ter medo do autismo. É só aceitar e entender”, diz Mion.

* Matéria e foto da coluna de Keila Jimenez, do site r7.

Compartilhe:

Sem nenhum comentário

Deixe o seu comentário!

Volte ao topo