Foto de dois braços saindo do alto da imagem. À esquerda, o braço esquerdo de um homem, com o dedo mínimo entre os dedos da mão feminina ao seu lado. No canto superior direito, a logomarca de Sem Barreiras, em vermelho e marca d'água.

Tenho deficiência e não consigo namorar

04/06/2019 Notícias 0
0 Flares 0 Flares ×
Foto de perfil de um casal se beijando na boca. Ela, à direita, em uma cadeira de rodas e ele, sentado para ficar na altura dela.

Artigo incentiva as pessoas com deficiência a acreditar que são capazes de manter um relacionamento prazeroso e duradouro.

NOTA DO EDITOR: Segunda matéria da série do Dia dos Namorados, focando na sexualidade e no relacionamento de pessoas com deficiência. Você pode acessar a primeira matéria aqui. Na próxima quarta-feira, 11, publicaremos o terceiro e último texto da série, aqui e aqui. Aguardem e comentem. Adquiram o ebook Manual da Mulher com Deficiência clicando aqui e ajude a financiar Sem Barreiras.

Todos nós sabemos que faz parte da vida ter relacionamentos, viajar, ter uma vida social ativa. Entretanto, para algumas pessoas, isto é um pouco mais difícil.

Digo difícil, pois algumas delas guardam peculiaridades físicas, visuais, auditivas, intelectuais, etc. Que, muitas vezes, as exclui do mundo como um todo. Estou falando das pessoas que têm algum tipo de deficiência.

A maior queixa das pessoas com deficiência é sobre relacionamento com outras pessoas. Algumas delas até dizem “não consigo namorar”. Mas, você sabe por que é tão difícil conquistar alguém quando você tem uma deficiência?

Porque, infelizmente, ainda há muito preconceito em nossa sociedade. E o problema do relacionamento amoroso é que a grande parte das pessoas tendem a se relacionar pelo que veem. Algumas exceções existem, é claro, mas a população é muito pelo visual.

Pessoas com deficiência são pessoas como quaisquer outras. Trabalham, estudam, namoram, se alegram ao conquistar algum objetivo, batalham dia após dia para se manterem felizes e conquistarem seu espaço e gostam de se relacionar como qualquer outra pessoa.

Entretanto, às vezes, ficar sozinho(a) pode ser bem melhor do que se aventurar em uma barca furada.

O que fazer então?
Comece pensando que você é um ser humano e que merece atenção e carinho. Não diga “eu não consigo namorar”. Diga “eu posso encontrar alguém que goste de mim pelo que eu sou, não pela minha aparência”.

E com relação a ficar sozinho, nem pense nisso! O problema é que achar o parceiro ideal leva tempo e é por isso que parece que você não vai achar nunca. Entretanto, o mundo também é cheio de pessoas legais, amorosas e de bem com a vida. Na realidade, elas são a maioria.

Deficiência não é sinônimo de imperfeição. Ter deficiência hoje neste mundo de muitas tecnologias é praticamente ser alguém que usa sua deficiência a seu favor. Há muitas pessoas que não têm deficiência e também se queixam e dizem que não conseguem namorar. Na realidade, deficiência não existe porque temos visto ao longo dos anos cada vez mais pessoas com particularidades correndo atrás de um futuro… e conseguindo!

Palavras como namoro e deficiência se misturam e deixam de ter essa conotação estranha de impedimento. Prova disso são exemplos de muitos casais que têm algum tipo de deficiência e são felizes. Nesse blog, temos exemplos disso.

Somente um grupo pequeno de pessoas mal informadas é que acham que deficiência é sinônimo de incapacidade. Então, a primeira sugestão que vou te dar é: se ame! Você tem que saber que você é uma pessoa única. Não tem outra como você. Gostar de si mesmo é se impor nas horas mais difíceis de preconceito e lutar pelos seus direitos sem se deixar afetar por pessoas pequenas.

Não consigo namorar e agora?
Simples: espere pela oportunidade certa porque ela virá. Se você se envolve com pessoas que não entendem as dificuldades que você passa, então isso é mais uma prova de que o insucesso vai ser grande.

Você viu que o primeiro conselho que eu te dei foi: ame-se. Este conselho serve para todo tipo de relacionamento que venha a ter. Você deve se colocar sempre em primeiro lugar, senão ninguém vai te dar o teu devido valor.

Se imponha, lute se for necessário, mas faça valer o seu direito. E lembre-se: você é uma pessoa normal. A única coisa de diferente em você e as outras pessoas é que você é batalhador. Nunca se coloque no patamar dos outros. Você é uma grande pessoa e merece ser feliz como todos.

Como é o namoro com pessoas sem deficiência?
Na verdade, todos nós temos algum tipo de problema… uns mais e outros menos. O que acontece é que se você tem uma deficiência e diz “não consigo namorar”, tudo se torna mais difícil, não é? Você tem que confiar em si mesmo e no seu potencial.

Casal observa o pôr do sol no calçadão de uma praia, ele em uma cadeira de rodas e ela sentada ao seu lado, de mãos dadas. Eles estão em primeiro plano, de costas, com a imagem escurecida. Ao fundo, o mal e o sol por trás das montanhas.

A baixa autoestima é um problema que deve ser atacado com urgência, pois ele dificulta ainda mais a possibilidade de ser feliz.

Aumentando minha autoestima
Todo mundo um dia já passou por problemas de baixa estima. Existe até pesquisas que dizem que apenas 4% das mulheres se acham belas. Então, como você pode ver, é um problema geral.

Para acabar com esse problema, desde a raiz, faça uma anotação em um caderno de suas qualidades e de suas imperfeições, sem exageros. Feito isso, coloque a folha de papel na parede do seu quarto e cada vez que você se sentir para baixo vai lembrar que tem menos defeitos do que qualidades.

Deficiência não é problema quando a mente está sadia. Seja por insatisfação com o corpo ou insatisfação com traços da personalidade, as pessoas com deficiência e que dizem “não consigo namorar” têm na verdade baixa autoestima, ou seja, elas mesmas se boicotam.

Deixando minha deficiência de lado
Você sabia que grande parte dos deficientes físicos sentem preconceito por si mesmo e pelos outros deficientes? Parece mentira, não é? Mas na verdade isso também acontece. É um problema de autoimagem.

Eles se culpam pela sua deficiência, aparência e pensam que não têm o direito de conquistar nada por não serem “completos”. Isto é a maior inverdade que já ouvimos. Pessoas deficientes são tão capazes de namoro, sexo, viagens, relacionamentos entre outras coisas.

Se você está nessa, saia agora e observe que você é uma pessoa madura e que está perdendo tempo com coisas pequenas. “Não consigo namorar”, “sou um deficiente físico”, “não mereço esta ou aquela oportunidade” são frases que você não pode repetir nunca.

Sendo um EU integral
Tudo que uma pessoa sem deficiência pode fazer, você também pode. Nunca mensure sua capacidade por baixo. Sempre pense que consegue fazer tudo porque isso é que é a verdade. Pode não ser do mesmo jeito que uma pessoa sem deficiência faz, mas você consegue sim fazer.

E essa queixa de que não consegue namorar vai cair por terra e você verá o quão capaz você é. Pense da seguinte forma: você possui a habilidade de amar, trabalhar, viver. Então, se você possui estas habilidades é porque você tem condições de lutar. E mais uma coisa: aproveite toda e qualquer oportunidade que surgir porque oportunidade a gente não pode deixar passar.

Medo infundado de ficar sozinho
Até onde sei, ficar sozinho(a) não é uma questão de condição, mas sim de decisão. Sempre tem gente boa no mundo que gostaria de compartilhar suas vidas com você. Tente trabalhar as suas qualidades e focar nelas.

Desta forma, você vai não só encontrar uma pessoa boa para você como várias oportunidades. O medo de ficar sozinho acontece com qualquer pessoa. Nunca mais pense que, por você ter uma deficiência, você é diferente dos outros, pois não é. “Não consigo namorar vou ficar sozinho(a)” é na verdade, uma lenda.

Mostre o seu diferencial
Todo mundo guarda algo de diferente em sua personalidade. Algo especial que é único seu. Algo que você tem de mais precioso. Use isto a seu favor. E lembre-se que, com deficiência ou sem, o que vai ser julgado na hora exata vai ser sua personalidade.

Mostrando o seu diferencial, você não só dá uma chance para que a pessoa certa entre em contato contigo como você vai poder manter um relacionamento com ela, sincero. Busque pelo que é melhor para você.

Busque o seu melhor
Depois do que você leu aqui e aprendeu, você agora já pode começar a pôr em prática. Unindo o útil ao agradável você vai conquistando seu espaço sem ter que partir para ataques diretos. Seja você sempre: uma pessoa motivada e que só deseja o melhor.

Nunca pense que por você ter uma deficiência não vai poder viver a vida de forma plena. Isto não é verdade. Sua deficiência é apenas uma oportunidade de você mostrar que é bom naquilo que faz e que ninguém pode falar o contrário de você.

O que você tem que fazer é pensar positivo. Se pensar “não consigo namorar”, vai ser difícil para você arrumar alguém aos seus moldes. Seja divertido, carinhoso, amoroso, sincero, fiel, pois estas qualidades é que vão te fazer chegar a algum lugar em termos de relacionamento a dois. Então, quer ficar sozinho(a) ou acompanhado(a)?

* Artigo retirado do site Território Deficiente (clique aqui)

Receba um e-mail com atualizações!

Assine e receba, gratuitamente, nossas atualizações por e-mail.

Eu concordo em informar meu e-mail para MailChimp ( more information )

Nós jamais forneceremos seu e-mail a ninguém. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Compartilhe:

Sem nenhum comentário

Deixe o seu comentário!