Casal sentado em uma pedra, no alto de uma montanha. Ao fundo, a imagem de uma cidade, bem pequenininha.

Mulher com esclerose múltipla escala monte na Austrália

27/11/2019 Deficiência Física, Destaques, Notícias 0
0 Flares 0 Flares ×
Mulher sentada em uma cadeira especial, carregada por dois rapazes, um na frente e outro atrás, no meio de uma floresta. À esquerda, outra pessoa segue na frente.

Cadeira utilizada para carregar Janelle Boston até o topo da montanha, por voluntários do grupo Tully.

A australiana Janelle Boston, de 55 anos, que sofre de esclerose múltipla, conseguiu realizar um sonho de infância: no sábado (26), ela subiu o monte Tyson, no estado australiano de Queensland, carregada em uma cadeira.

A empreitada foi possível graças à solidariedade da comunidade de Tully, na Austrália. Um soldador local criou uma cadeira adaptada que foi carregada por mais de 30 pessoas, de forma revezada, monte acima.

Quando era criança, Janelle era membro da organização “Girl Guides”, que tinha uma viagem planejada ao monte. Por causa do mau tempo, entretanto, o passeio teve que ser cancelado.

Anos depois, antes que ela pudesse voltar, veio o diagnóstico de esclerose múltipla, quando Janelle estava na casa dos 20 anos. A doença fez com que ela não conseguisse dar mais que alguns passos de cada vez. Por isso, o sonho nunca havia sido realizado.

A ideia transformar o sonho de Janelle em realidade veio de Graham Sollitt, administrador de um grupo no Facebook de moradores locais do qual Janelle faz parte. Em fevereiro, Graham publicou um post perguntando se havia algo que as pessoas gostariam de fazer, mas ainda não tinham conseguido. Entre os comentários estava o de Janelle, dizendo que ela adoraria escalar o monte Tyson. O post comoveu Graham.

Foi então que ele teve uma ideia: por que não perguntar à liga de rúgbi de Tully se eles tinham interesse em fazer um treinamento de corrida na montanha e, de quebra, levar Janelle?

O presidente da liga, Anthony Emmi, aceitou.

“Felizmente, treino com [a personal trainer] Tracee Harris e a abordamos para ver se ela queria ajudar, e aconteceu que Tracee também treinou Janelle e foi a partir daí”, disse Anthony. Cerca de 30 clientes de Tracee se juntaram a membros do clube.

A personal trainer conseguiu que um soldador local construísse a cadeira, que era carregada por 4 pessoas de cada vez. Mas, nas partes mais difíceis, eles precisaram ser mais criativos.


SEM BARREIRAS LANÇOU A CAMPANHA SÓCIO CIDADÃO. COM UMA DOAÇÃO MENSAL DE R$ 20, VOCÊ NOS AJUDA A FAZER CRESCER NOSSO TRABALHO.
TORNE-SE UM SÓCIO CIDADÃO. ACESSE https://www.catarse.me/sociocidadao


A mãe de Janelle, Isabell Semken, disse que a filha estava “apenas radiante” quando recebeu flores no sopé da montanha. “Sou muito grata a todas essas pessoas”, disse Isabell entre lágrimas. Ela também contou que, em uma parte particularmente íngreme do monte, Janelle teve que ser carregada nas costas de um homem.

“Pessoas assim, que são tão generosas, merecem tanto reconhecimento”, disse.

Isabell disse que sua filha nunca imaginaria que um pequeno comentário em um post no Facebook levaria aos eventos do fim de semana. “Ela é uma pessoa mais tímida e de jeito nenhum no mundo esperaria algo assim”.

“Posso dizer obrigada, mas eles realmente não vão entender o que isso significa para mim, o que fizeram por Janelle”, disse Isabell.

Graham disse que foi uma grande demonstração de espírito comunitário. “As pessoas que a levaram até lá são incríveis. É assim que Tully é. É assim que as pessoas em Tully são. Estou com arrepios agora. É simplesmente incrível”.

* Matéria do GARCE-CE (Grupo de Apoio aos Pacientes Reumáticos do Ceará). Assista o vídeo aqui.

Receba um e-mail com atualizações!

Assine e receba, gratuitamente, nossas atualizações por e-mail.

Eu concordo em informar meu e-mail para MailChimp ( more information )

Nós jamais forneceremos seu e-mail a ninguém. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Compartilhe:

Sem nenhum comentário

Deixe o seu comentário!