#pracegover: Arte horizontal, com cores branco e lilás, em degradê. No alto, à esquerda, a imagem horizontal da logomarca do site Caleidoscópio, com o nome escrito em preto por cima de um círculo azul. Ao lado, as palavras BATE-PAPO COM LEANDRA, em branco com sombra negra e a última palavra em lilás com sombra negra. Embaixo, a frase, em branco, A JORNALISTA E ESCRITORA QUE LUTA PARA EXISTIR. No rodapé, à esquerda, todo em branco, as palavras: LEANDRA MIGOTTO e, embaixo, JORNALISTA, CONSULTORA E PALESTRANTE EM INCLUSÃO E DIREITOS HUMANOS. Ao lado, no canto inferior direito, um círculo em degradê de lilás e branco e a foto do rosto de uma mulher sorrindo, ao centro.

Em 2020, retrocessos na Lei de Cotas não passarão!

Há 20 anos, trabalhei em uma agência de empregos que foi uma das pioneiras em relação à inclusão de profissionais […]

Leia mais...
16/03/2020 0
Jovem ruiva, sozinha na foto, em meio ao que parece ser uma estrada vazia, cercada de árvores, representando a solidão.

A solidão da mulher com deficiência

Estar fora do padrão de beleza pode influenciar negativamente nos relacionamentos em um contexto recheado de preconceitos. A deficiência física, […]

Leia mais...
07/03/2020 0
Mulher em cadeira de rodas, de costas, segue por uma rua. A sua frente, outro cadeirante. Ao fundo, algumas pessoas caminham na direção oposta. Do lado esquerdo da imagem, vários carros estacionados.

Ninguém assovia para a mulher na cadeira de rodas

Kayla Whaley questiona a ideia de que todas as mulheres sofrem assédio sexual em público ao lembrar que ela, cadeirante, jamais recebeu.

Leia mais...
07/03/2020 0
Consultório médico, uma mulher em uma cadeira de rodas, de frente para uma máquina de exame do câncer de mama, ajudada por uma profissional de saúde, ao seu lado

Mulheres com deficiência e a dupla vulnerabilidade

Trecho do artigo ‘Mulheres com deficiência e sua dupla vulnerabilidade: contribuições para a construção da integralidade em saúde’. De Stella Maris Nicolau; Lilia Blima Schraiber e José Ricardo de Carvalho Mesquita Ayres.

Leia mais...
07/03/2020 0
Mulher branca, ruiva, sentada em uma cama, sorrindo para a câmera. Ela não possui o antebraço esquerdo.

Mulheres com deficiência falam de um futuro inclusivo

Mesmo com leis específicas para pessoas com deficiência, o Brasil ainda é um país com pouquíssima acessibilidade e o preconceito é diário.

Leia mais...
07/03/2020 0
Logo do Dia Mundial das Doenças Raras. Ao fundo, a cor predominante é azul, com tonalidades diferentes. À esquerda, um desenho estilizado de quatro mãos, com cores diferentes. No centro das mãos, o desenho de um boneco branco. À direita, as palavras Dia Mundial das Doenças Raras escrito em cores distintas. Em baixo, as palavras, entre aspas: Jutos Cuidaremos Melhor, em branco, e um traço também branco em baixo.

Conheça a Neuromielite Óptica

A Neuromielite óptica (NMO), também conhecida como doença de Devic, é uma doença inflamatória e desmielinizante do sistema nervoso central […]

Leia mais...
29/02/2020 0
Logo do Dia Mundial das Doenças Raras. Ao fundo, a cor predominante é azul, com tonalidades diferentes. À esquerda, um desenho estilizado de quatro mãos, com cores diferentes. No centro das mãos, o desenho de um boneco branco. À direita, as palavras Dia Mundial das Doenças Raras escrito em cores distintas. Em baixo, as palavras, entre aspas: Jutos Cuidaremos Melhor, em branco, e um traço também branco em baixo.

Ataxia provoca alteração do equilíbrio

A ataxia de Friedreich é a forma de ataxia hereditária mais comum no mundo. É uma doença neurodegenerativa e seu diagnóstico se dá por teste genético em coleta de exame de sangue.

Leia mais...
29/02/2020 0
Foto horizontal de uma mulher jovem, ao centro, sorrindo, sentada em uma cadeira de rodas. Ao fundo, uma parede cor de gelo.

“Fran precisa viver”

Doença rara, normalmente confundida com Esclerose Múltipla, é tema de campanha para conscientização da Neuromielite Óptica Espectros, uma doença rara que atinge e destrói os nervos ópticos e da medula espinhal.

Leia mais...
29/02/2020 0
Foto horizontal de uma mulher ao centro, sentada em uma cadeira de rodas, sorrindo. Ao fundo, uma parede amarronzada.

Pessoas achavam que ela estava bêbada

Camila Tapia andava cambaleando, com dificuldades para andar, fala embolada e fraqueza nas pernas. Aos 25 anos, começou a investigar sua condição e, aos 28, descobriu sofrer de Ataxia de Friedreich, doença rara que ataca o equilíbrio.

Leia mais...
29/02/2020 0
#pracegover: Arte horizontal, com cores branco e lilás, em degradê. No alto, à esquerda, a imagem horizontal da logomarca do site Caleidoscópio, com o nome escrito em preto por cima de um círculo azul. Ao lado, as palavras BATE-PAPO COM LEANDRA, em branco com sombra negra e a última palavra em lilás com sombra negra. Embaixo, a frase, em branco, A JORNALISTA E ESCRITORA QUE LUTA PARA EXISTIR. No rodapé, à esquerda, todo em branco, as palavras: LEANDRA MIGOTTO e, embaixo, JORNALISTA, CONSULTORA E PALESTRANTE EM INCLUSÃO E DIREITOS HUMANOS. Ao lado, no canto inferior direito, um círculo em degradê de lilás e branco e a foto do rosto de uma mulher sorrindo, ao centro.

Em 2020, retrocessos na Educação Inclusiva não passarão!

Em 1982, eu consegui cursar o então chamado pré-primário em meio às delícias da infância. Comi muita areia, brinquei de […]

Leia mais...
22/02/2020 0
Médica em uma cadeira de rodas, à esquerda, ausculta uma mulher, à direita, com a ajuda de uma terceira, em pé, no meio das duas, segurando o estetoscópio.

Médica tetraplégica conta sua história

Daniela Bortman ficou tetraplégica em um acidente de carro aos 23, enfrentou um longo processo de reabilitação e chegou a pensar em tirar a própria vida. Hoje, formou-se em medicina e vai se casar.

Leia mais...
27/11/2019 0
Casal sentado em uma pedra, no alto de uma montanha. Ao fundo, a imagem de uma cidade, bem pequenininha.

Mulher com esclerose múltipla escala monte na Austrália

Janelle Boston foi diagnosticada com Esclerose Múltipla aos 20 anos. A viagem, um sonho seu de infância, somente foi possível graças à solidariedade da comunidade de Tully – que conseguiu a cadeira e a carregou monte acima.

Leia mais...
27/11/2019 0